DIGITE SEU EMAIL E RECEBA NOTÍCIAS
     
 
Aimorés, MG - Brasil | 19/10/2018  
   

Busca:

PARCEIROS
Dos palcos de dança da Holanda para a Mata Atlântica do Vale do Rio Doce
Autor: Comunicação - 12/01/2018

 

Dançarinos do Nederlands Dans Theatre (NDT) – companhia de dança contemporânea de renome mundial com sede em Haia, na Holanda – escolheram o Instituto Terra para receber a doação da receita arrecadada com a venda dos ingressos de seu próximo espetáculo anual, denominado Switch, agendado para o dia 20 de janeiro de 2018, no Teatro Zuiderstrand.

O projeto Switch é desenvolvido há 30 anos pela companhia NDT e permite que os dançarinos assumam o controle total do espetáculo – desde a criação das coreografias e a sua execução, até o gerenciamento da produção, captação de recursos e esforços de marketing.

A iniciativa também objetiva promover a conscientização e o reconhecimento para a causa de uma instituição sem fins lucrativos. “Para a próxima edição os dançarinos escolheram o Instituto Terra, baseado no Brasil, para receber a receita arrecadada na noite, pois nos identificamos com os valores morais e ambientais praticados pela instituição”, informou Eve-Marie Dalcourt, da produção do espetáculo.

“Quando a equipe do Switch fez contato com a proposta, fiquei muito emocionada pelo reconhecimento de nosso trabalho em terras tão distantes, apesar de realidades tão diferentes, e pela percepção da gravidade da situação em que o Vale do Rio Doce se encontra! Isso nos dá ainda mais energia e incentivo para continuarmos em nossa luta”, disse Isabella Salton, diretora executiva do Instituto Terra.

Mais informações sobre o evento em https://www.ndt.nl/en/tickets/switch-18.html

Sobre o NDT

O Nederlands Dans Theatre (NDT) é uma das companhias de dança mais produtivas na Holanda. Com a apresentação intensa de novos programas a cada ano, mostra um número sem precedentes de novos balés, com uma estética de vanguarda e produções progressivas e inconformistas, que colocaram o corpo de dança no mapa internacional. Foi fundado em 1959 por Benjamin Harkarvy, Aart Verstegen e Carel Birnie, em cooperação com dezesseis dançarinas do Het Nationaal Ballet (The National Ballet). Sua atuação é dividida em duas vertentes de trabalho – uma que se concentra no desenvolvimento do talento (NDT 2) e uma onde os dançarinos mais maduros (NDT 1) possam crescer completamente em suas personalidades artísticas. https://www.ndt.nl/home.html

Sobre o Instituto Terra

O Instituto é fruto da iniciativa do casal Lélia Deluiz Wanick e Sebastião Salgado, que diante de um cenário de degradação ambiental em que se encontrava a antiga fazenda de gado adquirida da família de Sebastião Salgado, na cidade mineira de Aimorés, tomou uma decisão: devolver à natureza o que décadas de degradação ambiental destruiu. Mobilizaram parceiros, captaram recursos e fundaram, em abril de 1998, a organização ambiental dedicada ao desenvolvimento sustentável do Vale do Rio Doce. Além de promover o reflorestamento da antiga Fazenda Bulcão, transformada em RPPN, o Instituto Terra atua no reflorestamento da Mata Atlântica, na recuperação de nascentes, na produção de mudas nativas, na educação ambiental e na pesquisa científica aplicada. www.institutoterra.org

 

 
 


Todos os direitos reservados
www.institutoterra.org