DIGITE SEU EMAIL E RECEBA NOTÍCIAS
     
 
Aimorés, MG - Brasil | 08/12/2019 - Boa tarde!  
   
 
O que fazemos - Restauração Ecossistêmica
 
 

RPPN Fazenda Bulcão

O Instituto Terra assumiu como compromisso a recuperação de 608,69 hectares de Mata Atlântica da Fazenda Bulcão, em Aimorés, Minas Gerais, que estava totalmente degradada quando recebeu o título de Reserva Particular de Patrimônio Natural, em 1998. Atualmente, a área total da fazenda é de 709,84 hectares.

O primeiro plantio foi realizado em dezembro de 1999 e desde então, ano após ano, com o apoio de importantes parceiros, foi possível viabilizar até dezembro 2018 o plantio de mais de 2 milhões de mudas de árvores dentro da área da RPPN, utilizando mais de 290 espécies nativas de Mata Atlântica.

As ações de recuperação continuam sendo feitas, por meio de intervenções para enriquecimento das áreas, visando ampliar o número de espécies e genomas da Mata Atlântica.

Flora, água e fauna

Por se tratar de uma experiência inovadora no país, todo o trabalho do Instituto Terra tem sido baseado em pesquisas e experimentações de “aprender fazendo”.

Hoje, através de monitoramentos, podemos verificar alguns frutos desse trabalho:

  • Associado à recomposição do solo, o restabelecimento da cobertura vegetal da RPPN Fazenda Bulcão também está promovendo o resgate dos recursos hídricos.
  • O retorno dos animais – muitas espécies que estavam desaparecendo agora encontram no Instituto Terra um refúgio seguro.

Até o momento, foram identificadas na Fazenda Bulcão:

  • 172 espécies de aves, sendo que seis delas estão ameaçadas de extinção - Amazona rhodocorytha (chauá), Amazona vinacea (papagaio de peito roxo), Campephilus robustus (pica pau rei), Procnias nudicollis (araponga), Propyrrhura maracana (maracanã) e Sicalis flaveola (canário da terra verdadeiro).
  • 33 espécies de mamíferos, sendo duas delas em extinção (categoria de vulnerável) no mundo - Callicebus personatus (sauá ou guigó) e Puma concolor (onça parda, suçuarana) e outras três em extinção no Brasil – Leopardus pardalis (jaguatirica), Leopardus tigrinus (gato do mato pequeno) e Puma concolor (suçuarana/puma/onça parda).
  • 15 espécies de anfíbios.
  • 15 de espécies de répteis.
  • 293 espécies vegetais.
............

O solo encontrado na fazenda é de grande diversidade, predominando solos vermelhos escuro eutróficos, ou seja, de grande fertilidade natural, mas altamente susceptível a erosão, com pequena capacidade de infiltração de água, o que torna urgente sua revegetação.

 

IMAGENS
Clique na imagem para ampliar.
-
-
-
-
-
 


Todos os direitos reservados
www.institutoterra.org